Comprar ou não o JR Pass após aumento de quase 70%? Eis a questão!

A grande dúvida que as pessoas que viajam para o Japão é: com o aumento do JR Pass, vai valer a pena ter o passe ou não?

Vamos relembrar que o novo valor anunciado do JR Pass, beirou os 70% de aumento, o que assustou a maioria dos viajantes.

Mas lembre-se de que o aumento de 70% é considerando na moeda japonesa. E vale lembrar também, que, quem pode usar esse tipo de passe são os turistas para períodos de curta permanência (até 90 dias), não residentes. Então, a conta envolve outras métricas, como a cotação do yen em relação à moeda local do viajante, que vem caindo bastante (para noooooossa alegria!).

Portanto o aumento real, para se ter uma ideia, é de 51% em real, 58% em dólar ou 57% em euro,* se comparado com os valores convertidos em Abril/2023, data do anúncio do aumento.

Imagem: Pixabay

Vale ressaltar que o JR Pass é apenas 12% do custo total da viagem. No fim das contas, não aumentou o valor total da viagem (pré e pós abertura do país), visto que a moeda enfraqueceu.  

*(Cotação de 27 de julho de 2023) 

Com o aumento do JR Pass, vai valer a pena ter o passe ou não? 

Apesar do grande aumento anunciado do JR Pass para entrar em vigor em 01/outubro/2023 (com o limite de compra até 28/set), ainda fica a dúvida: Será que mesmo com todo esse aumento, vai valer a pena ter o passe ou não? 

Uma coisa é certa: VAMOS PAGAR MAIS para usar o JR Pass!  

Se vai compensar ter ou não o passe, a resposta continua sendo: DEPENDE! 

Foto: Japão Com Tsuge

Caso você adquira o novo JR Pass, uma novidade é a possibilidade de andar no Nozomi (os trens mais rápidos ao longo do Tokaido/Sanyo Shinkansen) e no Mizuho (os trens mais rápidos ao longo do Sanyo/Kyushu Shinkansen). Você vai poder andar nesses dois shinkansen , comprando um bilhete adicional. 

Dicas do que compensa e o que não compensa nos passes 

Cada roteiro terá sua própria resposta, mas para não te deixar sem nenhuma ... Vamos analisar 3 cenários: 

ROTEIRO 1: NADA MUDOU! 

Imagem: Pixabay

Dados da viagem:  

  • Roteiro de 7 dias. 
  • Regionalidade: 4 dias em Tokyo, 1 dia em Yamanashi (Monte Fuji), 1 dia em Yokohama e 1 dia em Nikko. 
  • Total aprox. do deslocamento (Interno e regional, considerando empresas além da JR): ¥ 9.900 
  • Valor do JR Pass Regular de 7 dias:  
  • Atual: ¥ 29.650  
  • Novo: ¥ 50.000 

Conclusão: Não compensava antes e não compensará com o novo valor. 

Dica da Tsuge: Talvez compense usar Tokyo Subway Ticket e Nikko Pass. Precisa validar os deslocamentos internos e atrações locais a serem visitadas. 

ROTEIRO 2: EMPILHAMENTO DE PASSES LOCAIS E REGIONAIS 

Imagem: JNTO

Dados da viagem:  

  • Roteiro de 20 dias (do e-book Guia Completo de Viagem ao Japão). 
  • Regionalidade: 5 dias em Tokyo, 1 dia em Yamanashi (Monte Fuji), 1 dia em Yokohama, 1 dia em Kanazawa, 4 dias em Kyoto, 1 dia em Nara, 2 dias em Osaka, 1 dia em Nikko, 1 dia em Nagoya, 1 dia em Shizuoka e 2 dias em Hiroshima. 
  • Total aprox. do deslocamento (Apenas regional, durante o prazo do passe): ¥ 65.330 
  • Valor do JR Pass Regular de 14 dias:  
  • Atual: ¥ 47.250  
  • Novo: ¥ 80.000 
  • Solução - 4 passes regionais + rotas avulsas: ¥ 56.100 

Conclusão: Compensava antes e não compensará com o novo valor. Agora você precisará saber usar os passes regionais. 

Dica da Tsuge: Garanta seu e-book Guia Completo de Viagem ao Japão e tenha tudo pronto, com atualização dos passes regionais para cada dia, após o aumento dos preços. 

ROTEIRO 3: NO LIMITE! 

Imagem: Freeimages

Dados da viagem:  

  • Roteiro de 14 dias (ideal para Rota das Cerejeiras de março/abril). 
  • Regionalidade: 5 dias em Tokyo, 1 dia em Yamanashi (Monte Fuji), 1 dia em Yokohama, 1 dia em Aomori, 1 dia em Akita, 1 dia em Kanazawa, 2 dias em Kyoto, 1 dia em Nara e 1 dia em Hiroshima. 
  • Total aprox. do deslocamento (Regional JR, durante o prazo do passe): ¥ 83.170 
  • Valor do JR pass Regular de 7 dias:  
  • Atual: ¥ 29.650  
  • Novo: ¥ 50.000 

Conclusão: Compensava MUITO antes e continuará compensando, mas com uma economia menor.  

Dica da Tsuge - A conclusão sobre o JR Pass Nacional é que só vai compensar se sua viagem, de fato, tiver uma abrangência nacional. 

Foto: Marina Tsuge

Otimizar é Fundamental!  
E essa não é uma Missão Fácil. Eu estudo deslocamentos e passes no Japão, na teoria e na prática, há 7 anos, completa Marina Tsuge! 

🤗 Se você gostou desse post, também vai gostar desses aqui:

Referências:

:

Jornalista por formação, é curiosa e espontânea. Sua marca registrada é o sorriso. Sabe ser sargentão, mas tem os momentos "deixa a vida me levar". Muito autêntica no seu jeito de ser, é uma mãe "vida loka".

O Japão + Perto de Você!

Viagem

Programa Viajando para o Japão - o único curso que te leva ao Japão

Grupo VIP

O Japão + perto de Você: conectado com o Japão todos os dias

Ebook Japão

Guia Completo de Viagem ao Japão: nosso e-book mais vendido!

Siga a gente nas mídias sociais:

@japaotsuge

@japaocomtsuge

/japaocomtsuge

Lista Samurai

Telegram Samurai

Whatsapp Samurai
Compartilhe esse artigo!

Veja os artigos recentes

Deixe seu comentário


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Brasileiro não precisa mais de visto para fazer turismo no Japão!

9 meses ago

[…] do aumento do JR Pass, que assustou inicialmente muitos viajantes, a notícia do visto chega em boa hora, para animar as […]

Japão com Tsuge

Assine a newsletter

Copyright 2022 Japão com Tsuge © Todos os direitos reservados